#doityourself 4 – Almofadas para a sala

Lígia Mendes

Hoje, venho falar-vos de um do it myself 🙂 Um projeto meu, simples, mas realizado com muito carinho e que poderá servir para quem quiser acrescentar uma gracinha à sala sem gastar dinheiro.

O meu irmão e a minha cunhada pediram-me ajuda para fazer a bainha de uns cortinados para a sala de ambos, pois recentemente decidiram transformar o que antes era laranja (paredes e objetos) em cinza azulado e dar a este espaço um ar mais fresco e clean.

Foi tarefa mui bem sucedida, porque a sala ficou linda! Os cortinados são um pormenor muito importante, mas não se pode considerar um trabalho árduo, pois tudo o que pode correr mal ao fazer a bainha dos mesmos é a medição da altura. No entanto, a coisa deu-se com facilidade:

cortinados diy


Quando constatei que sobrava imenso tecido das bainhas cortadas aos cortinados (4 barras – 2 dos cortinados dianteiros e 2 dos cortinados traseiros), não consegui estar quieta e deitei mãos à obra na confeção de umas almofadas para o sofá da mesma sala. As bainhas não tinham sido suficientemente desafiantes 😉

Nunca tinha realizado almofadas, mas também não tinha grandes opções, porque o tecido que me sobrava limitava a criatividade.

Assim, cortei as barras dos cortinados da frente e de trás em 12 pedaços de 42 cm, porque a ideia era fazer almofadas com as dimensões 40X40 (2 cm sendo para as costuras).

Em seguida, uni um pedaço do cortinado dianteiro (em algodão fantasia e pesado) de 22 cm de altura, com um pedaço do cortinado traseiro (em viscose lisa e fina), também com 22 cm, para compor o meu quadrado de 40 cm.

Composto o 1º quadrado, fiz o mesmo com mais 2 pedaços dos cortinados e depois bastou-me unir os 2 quadrados, cosendo à máquina todas as laterais, à exceção de uma, que serviria para introduzir o enchimento da almofada. (Nota: Num projeto semelhante, tenham em atenção que as costuras das 4 tiras devem estar perfeitamente alinhadas, pelo que os alfinetes serão os vossos grandes ajudantes nesta tarefa.)

Como, infelizmente, não tirei fotografias do passo a passo, deixo aqui o esquema do molde, para visualizarem melhor o que tentei explicar por palavras:

Quanto ao enchimento das almofadas, aproveitei 2 almofadas maiores, que tinha no meu baú de “material a reutilizar”, mas deparei-me com uma dificuldade: o tecido em viscose é transparente, pelo que teria de encontrar uma solução para não deixar o enchimento à vista. E a solução foi, mais uma vez, reaproveitada!

Para 2 das almofadas, reutilizei o tecido que já envolvia o enchimento das almofadas maiores. Bastou reduzir os quadrados iniciais, de forma a obter 2 quadrados de 39X39 (deixei uma margem de 1 cm entre o enchimento e a capa das almofadas). Quanto à 3ª almofada, como já não tinha tecido suficiente, aproveitei um retalho de tecido de forro para fazer os meus 2 quadrados de 39X39. Ambos os tecidos eram brancos, pelo que ficaram perfeitos no interior das minhas capas com transparências. Cosi todas as laterais e apenas deixei um espaço de cerca de 6 cm numa delas, para introduzir o enchimento. Em seguida, terminei a junção da lateral com pontos invisíveis, à mão.

Molde almofadas


Depois, é fácil de deduzir. O enchimento forradinho foi para dentro da capa da almofada e as laterais abertas foram cosidas com pontos invisíveis à mão.

Mas, as minhas mais recentes almofadas não ficaram por aqui. Sabem quando olham, olham, e falta qualquer coisa? E, quando, para ajudar à festa, ainda há umas tirinhas de tecido do mais jeitoso a preparem-se para ir para o caixote do lixo? Pois, é exatamente esse o momento de agir. Cortei 3 rectângulos de 6X12 cm, dobrei-os ao meio, direito do tecido com direito do tecido, cosi a 0,5 cm da ponta do tecido, as 2 laterais maiores e 1 das mais pequenas, e virei, com a ajuda de um lápis. Cosi à mão a lateral que faltava e estava lançado o mote para uns lacinhos muito catitas.

Para isso, bastou calcular o meio do rectângulo, dobrá-lo em fole no sentido do comprimento e dar uns pontos no centro, para ganharem forma de laço. Depois, cosê-los às almofadas e… voilà, almofadas cheias de estilo prontas!

Molde laço almofada

E a grande surpresa para o fim, que é nada mais, nada menos que o resultado final. Prontos?

Almofadas diy


almofadas diy


É um projeto simples, como vos disse, mas que me deu imenso prazer, sobretudo porque foi executado com muito improviso e amor. O que acharam?


Para mais projetos diy no blog, podem consultar:

Mesas de Verão

Como reutilizar paletes de madeira

Organizador de maquilhagem