#férias – Chocolates da Beatriz – o segredo mais mal guardado de Odemira

Lígia Mendes

Como já vos disse, quando vos falei da Quinta do Chocalhinho, nas férias deste Verão perdemo-nos pela costa alentejana. E, hoje, venho falar-vos dos Chocolates da Beatriz, o segredo mais mal guardado de Odemira.

E porquê “mais mal guardado”? Porque toda a gente fala neste espaço, em Odemira e arredores. Quando pedíamos sugestões de espaços a visitar, de atividades a realizar, este espaço constava sempre das listas que nos faziam. Como perder esta oportunidade?

Rumo ao cemitério (sim, fica junto ao cemitério de Odemira), demos com a casinha branca no cimo de uma pequena colina, à qual se acedia por um caminho de terra:

Chocolates da beatriz Odemira

Chocolates da beatriz Odemira

Fomos recebidos pela anfitriã, de seu nome… Beatriz ;), uma argentina elegante e de pose altiva, daquelas senhoras que não precisam de ser muito simpáticas, pois todo o seu porte exige respeito pela arte que pratica (já vos falei de génios assim em posts anteriores – recordam-se da Olga ou da Maria do Rosário? ).

No espaço interior há desenhos de crianças (ou de uma criança apenas, talvez) e quadros diversos afixados nas paredes, chocolates de todos os feitios e variedades, panelas, loiça à vista, enfim. Ficamos logo com a sensação de estar na cozinha da avó, mas uma avó muito especial, que apenas faz pratos à base de chocolate.

Depois de muita indecisão, pedimos 2 chocolates quentes e 3 chocolates cada um, dos quais escolhemos 3 e deixámos 3 ao critério da especialista Beatriz. Em seguida, dirigimo-nos ao terraço, também muito acolhedor na sua simplicidade e aguardámos, enquanto contemplávamos a paisagem através da janela.

Chocolates da Beatriz Odemira

Chocolates da beatriz Odemira

Chocolates da beatriz Odemira

A curta espera valeu mesmo a pena, embora rapidamente tenhamos percebido que devíamos ter pedido que a Beatriz escolhesse os 6 chocolates. As nossas escolhas foram tão básicas quanto chocolate de leite, chocolate branco e pasta de avelã que, embora deliciosas, não chegavam nem perto de la finesse dos chocolates com flor de sal, pimenta rosa ou negro (composto de grãos de cacau da Costa de Marfim, de São Tomé e do Equador) selecionados pela proprietária do espaço. Absolutamente D I V I N A I S!

A Beatriz sabe o que faz, porque desenvolveu a sua atividade aproveitando os conhecimentos que trouxe da sua terra natal sobre o chocolate, e ao longo dos últimos 15 anos foi aperfeiçoando a técnica. Para além destes chocolates, de variadíssimas combinações, podemos ainda encontrar neste espaço, incríveis pedaços de chocolate negro e frutos secos, desidratados ou até sementes.

Saímos de lá com picos de energia, mas com a gula tranquila e o palato desperto. Dado o calor que fazia, não tivemos coragem de trazer uma caixa para continuar com o pecado mais tarde, com receio de se perder o encanto em chocolate derretido, mas descobrimos que é possível fazer encomendas online (coração a bater mais forte!!). O Inverno não perde por esperar!

Curiosidade: sabiam que Bariloche (a terra natal da Beatriz) é considerada a capital argentina do chocolate, e que este terá sido levado para o país por imigrantes europeus, no início do século XX? 😉

Chocolates da beatriz Odemira


Chocolates da beatriz Odemira


No final, a Beatriz, já mais sorridente e satisfeita de nos ver satisfeitos, falou-nos da pasta de amendoim produzida na Costa Vicentina pelo seu companheiro. Pronto, não trouxemos uma caixinha de chocolates, mas não saímos de lá sem um frasco de Minduim, uma pasta muito saudável, à qual não é adicionada açúcar, sal, óleos nem emulsionantes. E de produção familiar e controlada! Já viram a fofura da imagem da marca?

Curiosidades: sabiam que a cultura do amendoim é subterrânea e que, na zona do Algarve, lhe chamam alcagoita? 😉

Minduim Odemira


Oh, Odemira, será difícil igualar estas férias! Já sabem, se procuram presentes que funcionam sempre, produzidos à escala local e com a qualidade que os negócios familiares prometem e cumprem, peçam à Beatriz, que ela ajuda !

Já alguém passou por Odemira e se deleitou, tal como nós, com as iguarias dos Chocolates da Beatriz? Contem-me tudo, nos comentários!